Foragida, que se passava por servidora do MPF-AC, é presa por aplicar golpes em contratos de aluguéis e lojas

08.02.2018 12:31 Por Redação Juruá Online

Mulher era procurada também pela Justiça de Goiânia por estelionato. Prisão ocorreu na noite de quarta (7), em Rio Branco.

Uma mulher de 41 anos foi presa nesta quarta-feira (7) suspeita de estelionato praticado em Rio Branco e Goiás, em Goiânia. Segundo o Núcleo de Operações da Polícia Federal do Acre (PF-AC), a suspeita se passava por servidora do Ministério Público Federal para aplicar golpes em lojas e contratos de aluguéis residenciais.

A mulher foi detida quando se dirigia para um culto religioso. Ainda segundo a PF-AC, a mulher era procurada também pela Justiça de Goiânia.

A polícia não soube precisar os valores aplicados nas cidades pela suspeita. A prisão se deu por meio de um mandado de prisão. A PF-AC informou também que a mulher estava foragida no Acre há seis meses.

Fonte: G1.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.