Filho mata pai com tiro acidental de espingarda na zona rural de Rio Branco

08.07.2019 14:03 Por REDAÇÃO ONLINE

Caso ocorreu na noite deste sábado (6), no quilômetro 6 da Estrada de Porto Acre. Familiares não quiseram comentar sobre o acidente.

Por G1


Corpo foi levado para o Instituto Médico Legal e liberado para família neste domingo (7) — Foto: João Paulo Maia

Corpo foi levado para o Instituto Médico Legal e liberado para família neste domingo (7) — Foto: João Paulo Maia

Um filho matou o próprio pai, de 54 anos, com um tiro de espingarda disparado de forma acidental. O caso ocorreu na noite deste sábado (6), no quilômetro 6 da Estrada de Porto Acre, zona rural de Rio Branco.

Familiares da vítima estiveram no Instituto Médico Legal (IML), neste domingo (7), para aguardar a liberação do corpo, mas preferiram não comentar sobre o caso.

De acordo com informações repassadas à Polícia Militar do Acre (PM-AC), segundo o comandante da patrulha do 5º Batalhão, tenente Moisés Nascimento, que atendeu a ocorrência, o filho da vítima teria atirado acidentalmente após confundir o pai com um homem que o teria ameaçado momentos antes em um evento.

“A informação preliminar é de que trata-se de um homicídio, em que o autor teria participado antes de uma vaquejada e aí foi ameaçado por um terceiro e foi para casa. Chegando em casa, um tempo depois disso, o pai dele foi até o local e ele, temendo essa ameaça, confundiu o pai com um dos autores da ameaça, e, infelizmente, efetuou o disparo e a vítima veio a falecer”, contou Nascimento.

Ainda segundo o tenente, quando a polícia chegou no local, o filho que disparou contra o pai não foi localizado e nem a arma utilizada no crime. O caso deve ser investigado pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando a guarnição da PM-AC chegou ao local, a vítima já estava sem vida. O corpo foi levado para o IML para os procedimentos cabíveis e o local foi isolado para que fosse feita a perícia.

Criança de 5 anos foi atingida também com um tiro de espingarda e morreu em hospital de Rio Branco — Foto: Iryá Rodrigues/G1

Criança de 5 anos foi atingida também com um tiro de espingarda e morreu em hospital de Rio Branco — Foto: Iryá Rodrigues/G1

Segundo em uma semana

Um outro caso de tiro acidental com vítima fatal foi registrado no último sábado (29), no Ramal do Pelé, em Sena Madureira, no interior do Acre.

Uma criança de 5 anos foi atingida também com um tiro de espingarda. O tiro foi dado pelo irmão do menino, de 8 anos, de forma acidental. Ele não resistiu e acabou morrendo, na segunda-feira (1), na UTI do Hospital da Criança, em Rio Branco.

De acordo com a Polícia Militar, as duas crianças estavam sozinhas em casa, quando o mais velho conseguiu achar a espingarda do avô e disparou acidentalmente contra o menor. O tiro ultrapassou a parede e atingiu a cabeça da criança de 5 anos.

Entre lágrimas e muito abalada com a situação, a mãe da criança de 29 anos disse que estava em casa com as crianças quando tudo aconteceu e garante que elas não estava sozinhas.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.