Governo do Acre decide desclassificar candidatos privilegiados no concurso da Policia Civil

18.05.2017 9:39 Por Vanísia Nery

A denúncia foi feita na semana passada, horas após a realização das provas objetiva e discursiva. Um dos candidatos eliminados, João Marcos Falção, teria anunciado a conquista de 70 pontos na prova para o cargo de delegado. Além dele, João Júnior e Ivan Marques, fariam a prova em Cruzeiro do Sul, mas ficaram em Rio Branco por conta de problemas no voo.

As suspeitas de fraude no concurso correm mais rápido que o esperado. Além de uma investigação já iniciada na polícia, o caso foi levado ao Ministério Público Estadual (MPE), que já anunciou a abertura de procedimento investigativo para apura ilegalidades que estariam ocorrendo no certame. Em último caso, o concurso pode até ser cancelado.

Segundo a Secretaria da Gestão Administrativa (SGA), a decisão foi tomada considerando a inclusão, de forma condicional, para a realização das provas objetiva e discursiva e, ainda, em observância ao disposto no subitem 9.11 do Edital de abertura do concurso que deixa claro que as fases do concurso serão realizadas em dia, horário e locais indicados nas publicações oficiais e no Comunicado Oficial de Convocação para Prova (COCP).

Fonte: AC 24 Horas

Recomendado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.