Irmãos acreanos começam a brilhar no futebol jogando pelo Flamengo do Rio

27.05.2019 22:28 Por videos

Eles ainda estão nas categorias de base mas têm grandes de se firmarem no time profissional e são grandes promessas para o futuro do clube

Os dois são goleiros do Flamengo. Apesar da diferença de idade, os irmãos Yago, de 20 anos, e Vitor Darub, de 14, têm em comum, além da consanguinidade e o fato de terem nascido em Rio Branco, no Acre, o sonho de se tornarem jogadores profissionais do time de maior torcida no Brasil. Dos dois, Yago já começa a dar os primeiros passos, sendo escalado inclusive para o time profissional pelo técnico Abel Braga.

Yago era titular absoluto do time sub-20 e foi descoberto ao se tornar campeão da Copa São Paulo de Futebol Junior, em janeiro de 2018. Agora, dando os primeiros passos no time profissional, ele também torce pelo irmão Vitor, que se firmou no time juvenil e acaba de fazer sua primeira viagem internacional, como atleta, jogando uma decisão do Flamengo contra o Valência, da Espanha, na Europa. O acreaninho Vitor foi um dos destaques da competição e ganhou prêmio especial.

Mas a história já com algum sabor de vitória desses dois irmãos, no entanto, carrega o drama de quem mora longe dos grandes centros onde o espetáculo do futebol de fato acontece e também a tragédia de quem perdeu amigos e companheiros como ocorreu em fevereiro de 2019, lá mesmo no chamado “Ninho do Urubu”, na sede do Flamengo, naquele incêndio em que morreram dez jovens, todos companheiros dos irmãos Darub.

Para chegarem aonde estão e se tornarem as esperanças da imensa torcida de flamenguistas e dos acreanos que querem vê-los brilhando no mundo da bola, os dois tiveram que lutar muito. Primeiro, vencerem a distância de mais de 4 mil quilômetros entre Rio Branco e o Rio de Janeiro. Para que pudesse ajudar os filhos a realizarem seus sonhos, o pai André Darub se mudou com o restante da família para o Rio de Janeiro, há cinco anos. O sacrifício começa a dar resultados.

Yago conta que sua paixão pelo futebol começou ainda criança e agora, mal saído da adolescência, ele já se viu com a responsabilidade de defender o gol daquilo que é mais que um time, uma verdadeira paixão nacional, uma espécie de segunda nação dos brasileiros, o Flamengo. Ele começou a jogar futebol ainda no Acre, no Vasco da Gama local.

“Desde criança gostei de acompanhar futebol. Meu tio, meus pais sempre me colocaram em escolinha pra brincar e cada vez mais essa paixão foi crescendo. Falei pro meu pai, que meu sonho era ser jogador de futebol”, disse. “Mas, por morarmos no Acre, meu pai disse que era muito difícil. Mas um dia ele falou com um amigo nosso, e ele disse que conseguiria uns testes nos clubes cariocas. Aí foi crescendo a minha expectativa. Em 2013, eu vim pra cá, fiz teste no Vasco e no Flamengo. Passei nos dois, mas optei por ficar no Flamengo, porque é meu time do coração”, revelou o goleiro, por telefone ao ContilNet.

A estrela de Yago Darub começou a brilhar durante a final da Copa São Paulo Júnior, em pleno Estádio do Pacaembu, em São Paulo. No ano passado. Suas defesas foram fundamentais para a classificação para a final do torneio, principalmente quando o jogador Pernambuco, do time da Portuguesa, tomou a bola do zagueiro Patrick, saiu “cara a cara” com Darub e o jovem goleiro fez uma grande defesa que classificou o Flamengo para final. O goleiro também foi de suma importância contra o Coritiba, ainda na terceira fase, quando Luisinho, aos 44 do segundo tempo, saiu frente a frente e Yago fez outra de suas grandes contribuições para a classificação do time.

A caminho de se tornar titular do time do coração, Yago também é torcedor do irmão e está convicto de que ele ainda dará muito orgulho a seu time e a seus conterrâneos.

Fonte : ContiNet

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.