Jéssica Sales coloca dois lutadores de MMA de Cruzeiro do Sul no maior campeonato da América Latina

05.09.2017 16:21 Por Redação Juruá Online

A deputada federal Jéssica Sales (PMDB) abriu as portas do Jungle Fight, maior campeonato de Mixed Martial Arts (MMA) da América Latina — reunindo atletas de artes marciais mistas em lutas realizadas em todo o Brasil — para dois lutadores acreanos que terão a chance de participar do único evento nacional desse segmento transmitido internacionalmente nos EUA e América Latina.

Jéssica Sales foi procurada por Márcio Morais, organizador do Náuas Combat, que busca apoio para o esporte que se tornou popular Cruzeiro do Sul, e entrou em contato com o empresário Wallid Ismail, criador do Jungle Fight, que atendeu o pedido da parlamentar acreana para os dois lutadores melhores ranqueados nas últimas edições do campeonato que é realizado no Vale do Juruá.

Segundo a parlamentar, a estreia dos lutadores acreanos acontecerá no dia 21 de outubro, no evento organizado no Estado do Piauí. O campeão Náuas Combat, na categoria peso leve – com atletas com peso até 70 quilos – Victor Romero e o campeão peso – com atletas com pelo até 84 quilos – Lourival neto, representarão o Estado do Acre e o município de Cruzeiro do Sul no circuito nacional.

“Essa participação no Jungle Fight vai ser importante para o Acre. É o reconhecimento que o Wallid, presidente e dono do evento para os atletas acreanos que lutam com dificuldade para manter o esporte no nosso estado. Wallid Ismail, que é meu amigo, já se colocou à disposição em promover mais ainda MMA no Acre, no evento que acontecerá no Piauí”, diz Jéssica Sales.


A deputada destaca que o Jungle Fight foi criado em 2003 pelo empresário Wallid Ismail, que foi oito vezes campeão brasileiro de Jiu-Jitsu, ex-campeão mundial de Vale Tudo. “É o único evento nacional desse segmento transmitido internacionalmente nos EUA e América Latina. Uma oportunidade única para nossos lutadores se estacarem e conquistarem novos espaços”.

O organizador do Náuas Combat, Márcio Morais, destaca que “a reunião com Jéssica Sales não foi simplesmente um conversa de uma patrocinadora, de uma amiga do evento. A deputada abriu a porta do maior evento para o MMA da América Latina. Foi um dia histórico para o MMA acreano. Com as bênçãos de deus e a ajuda da deputada nós conseguimos colocar dois atleta no evento”.

Para Morais, “são com esse tipos de parceria que alavancam o esporte. Não adianta o Acre ser celeiro de talentos se não tivermos oportunidades nos grandes eventos. Precisamos abrir as portas desses eventos. A deputada Jéssica Sales tem uma grande amizade com o dono do Jungle Fight, através dessa amizade, ela abriu as portas do evento para os atletas do Acre”.

Márcio Morais destaca que é necessário que os atletas tenham uma quantidade de lutas no hanking Sherdog para participar de eventos como o Jungle Ficht. Ele destaca que o cartel de lutas de Victor Romero e Lourival Neto possibilita que eles participem de campeonatos nacionais. “O Atleta tem que ter uma quantidade de lutas no ranking mundial Sherdog. Eles têm cartel e história no MMA do Acre”.

Recomendado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.