Josa da Farmácia é acusado de compra de votos e tem mandato cassado pelo TRE

31.05.2019 14:53 Por videos

O deputado Josa da Farmácia (Podemos), teve o seu mandato cassado pela corte do Tribunal Regional Eleitoral, em Brasília. O pleno analisou o caso e votou favorável por 4 a 2, pela cassação do parlamentar, natural de Cruzeiro do Sul.

Josa é acusado compra de votos e corrupção eleitoral durante as eleições de 2018, na ocasião, o parlamentar obteve mais de 6 mil votos, conseguindo assim, sua reeleição para o segundo mandato na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

De acordo com a assessora de imprensa do Tribunal Regional do Acre, o deputado não será afastado oficialmente do cargo por enquanto, porém, o órgão no Acre aguardará decisão de um recurso movido pelos seus advogados junto ao Supremo Tribunal Eleitoral (STF).

A reportagem do ContilNet tentou ouvir o deputado, no entanto, o parlamentar não atendeu as ligações.

Fonte ContilNet

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.