MPAC acompanha caso envolvendo menores aliciadas para prostituição em Porto Velho

05.07.2019 12:17 Por REDAÇÃO ONLINE

O Ministério Público do Estado do Acre, por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça Cível, com atribuição para os crimes sexuais contra crianças e adolescentes, está acompanhando o caso das adolescentes acreanas aliciadas para prostituição em Porto Velho, capital do estado de Rondônia.

Na quinta-feira, 4, o promotor Mariano Jeorge de Sousa Melo, reuniu-se com a coordenadora do Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes (CEEVS), Dulcinéia Gomes da Silva, e um representante da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

No encontro foi discutida a situação das menores que foram recrutadas no Acre para exploração sexual no estado vizinho. A aliciante foi presa depois que uma das adolescentes conseguiu fugir do bar onde eram mantidas presas e faziam programas.

O caso está sendo investigado na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA).

As menores foram encaminhadas para Rio Branco e entregues às suas respectivas famílias. “Aqui, elas serão acompanhadas pelo Ministério Público, que proporá medidas de proteção e adotará as providências que o caso requer”, informa o promotor.

Kelly Souza- Agência de Notícias do MPAC

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.