Populares invadem delegacia no interior do AC, retiram suspeito de assassinar casal de cela e matam homem em rodovia, diz polícia

29.09.2018 8:44 Por REDAÇÃO ONLINE

Portão da delegacia de Capixaba foi quebrado durante ação de populares nesta quinta (27) — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre

Portão da delegacia de Capixaba foi quebrado durante ação de populares nesta quinta (27) — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre

Populares invadiram a delegacia da cidade de Capixaba, interior do Acre, na noite desta quinta-feira (27) para matar um homem que estava preso. O homem era suspeito de assassinar Francisco Oliveira e Sebastiana Mendes, de 69 e 58 anos, respectivamente.

O casal foi morto no Ramal Brasil Bolívia, zona rural do município, nesta quarta (26).

Segundo a polícia, o preso, identificado como Elison dos Santos foi retirado de dentro da cela pelos populares. Ele conseguiu fugir, mas foi alcançado na BR-317 e linchado até a morte.

A polícia não informou quantos policiais estavam na delegacia no momento da invasão. A quantidade de pessoas que invadiram o local também não foi divulgado.

Ainda segundo a Polícia Civil, Elisson foi preso na tarde desta quinta pela Polícia Militar do Acre (PM-AC) e levado para delegacia.

Ao saber da prisão, um grupo de pessoas invadiu a delegacia. O portão foi quebrado durante a ação. Conforme a polícia, a delegacia ficou destruída pelos moradores.

Entenda o caso

Um casal foi morto a tiros em uma residência nesta quarta-feira (26), no Ramal Brasil Bolívia, zona rural do município de Capixaba.

As vítimas foram identificadas como Francisco Oliveira, de 69 anos, e Sebastiana Mendes, de 58. Uma testemunha que estava com Oliveira momentos antes do crime disse que estavam trabalhando no roçado quando ouviram um disparo de arma de fogo e o idoso foi para casa para ver o que tinha acontecido.

Minutos depois, a testemunha, que não teve o nome revelado, disse que ouviu mais um disparo e correu para avisar aos vizinhos que poderia ter sido com Oliveira. Tanto a polícia da Bolívia como de Capixaba foram acionadas, por se tratar de área de fronteira, e ao chegar no local, encontraram o casal já sem vida.

Fonte: G1

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.