Programa Audiência Pública discute saúde mental e suicídio com profissionais da Psicologia

25.09.2018 16:13 Por REDAÇÃO ONLINE

Atividade fez parte da campanha Setembro Amarelo, no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre.

O programa social Audiência Pública, do Tribunal de Justiça do Acre, promoveu nesta segunda-feira (24) um bate papo sobre saúde mental e suicídio, como parte das atividades da campanha Setembro Amarelo no âmbito do Poder Judiciário Estadual.

Participaram como convidados os professores João Auricélio e Wesley Monteiro, do Curso de Psicologia da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO), que durante cerca de meia hora falaram sobre depressão, ideário suicida, mudanças inesperadas de comportamento ou na qualidade do sono, sinais que podem – ou não – estar relacionados ao ato.

“Não necessariamente uma pessoa com depressão irá cometer o suicídio, assim como um suicida não será obrigatoriamente uma pessoa enfrentando um quadro depressivo. (…) Essa relação não está comprovada”, destacou o professor Wesley Monteiro.

“Por isso é importante estarmos atentos aos que nos cercam, percebendo as mudanças de comportamento que podem indicar um comportamento suicida e apoiando essas pessoas para que busquem ajuda especializada”, complementou o professor João Auricélio.

Durante o programa os profissionais da área de saúde mental também disponibilizaram ao público o serviço de assistência psicológica gratuita ofertado pela FAAO, que pode ser acessado por qualquer pessoa, por meio do número (68) 2106-8200. Os atendimentos são realizados no núcleo de assistência psicológica da Instituição de Ensino Superior.

Foi divulgado ainda durante o programa um importante aliado no combate ao suicídio: o número telefônico 188, do Centro de Valorização da Vida (CVV), associação civil sem fins lucrativos, que tem por principal finalidade ofertar apoio a pessoas com questões de saúde mental ou que estejam passando por algum tipo de dificuldade, ainda que momentânea. Por meio do 188 é possível conversar com os voluntários do programa, que são treinados para ouvir e orientar a busca por ajuda profissional. Além disso, o site do CVV também disponibiliza o mesmo serviço por meio do chat (bate papo) da entidade.

Sobre o Programa Audiência Pública

O Programa Social “Audiência Pública” é apresentado pelo juiz de Direito Cloves Ferreira (titular da 4ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco e auxiliar da corregedoria geral da Justiça) juntamente com o radialista e servidor do TJAC Márcio Bleiner. O programa vai ao ar todas as segundas-feiras, a partir das 7 horas, pela Rádio Difusora Acreana, com exibição ao vivo pelo link: www.difusora.ac.gov.br.

Nascido a partir de uma ideia lançada originalmente pelo defensor público (atualmente aposentado) Alberto Pereira, em um almoço com os juízes Cloves Augusto e Luís Camolez (Associação dos Magistrados do Acre), e com os promotores de Justiça Álvaro Pereira e Alessandra Marques, o programa primeiramente recebeu o nome de Vagalume, tendo sido transmitido inicialmente no dia 15/08/2001, através da Rádio Verdes Florestas, de Cruzeiro do Sul. A escolha do nome inicial se deu baseada na missão idealizada pelos amigos, que tinham em comum a paixão pelo Direito: representar uma pequena luz de conhecimento para as pessoas.

Posteriormente, recebeu o nome atual – Audiência Pública – sendo incorporado ao rol de Programas Sociais do Poder Judiciário Acreano.

Fonte: TJ-AC.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.