Rio Branco registra mais de 2 mil ocorrências de incêndios ambientais em dois meses

03.08.2018 14:07 Por REDAÇÃO ONLINE

Dados são dos meses de junho e julho deste ano. Previsão do Corpo de Bombeiros é de verão de seca severa.

Corpo de bombeiros atendeu mais de 2 mil ocorrência de incêndios ambientais entre junho e julho  (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre)

Corpo de bombeiros atendeu mais de 2 mil ocorrência de incêndios ambientais entre junho e julho (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre)

Entre os meses de junho e julho, foram registradas mais de 2 mil ocorrências de incêndios ambientais em Rio Branco, segundo o Corpo de Bombeiros do Acre. No início do mês de julho, o órgão informou que o Acre deve enfrentar um verão de seca severa.

O major dos bombeiros Cláudio Falcão disse que ao todo já foram registradas 2.167 ocorrências na capital acreana, nos meses de avaliação. Segundo ele, o número representa um aumento de 30% a 40% das ocorrências do ano passado.

“Todos os incêndios ambientais que registramos no verão do ano passado foram 3.822 ocorrências, mas em todo período de estiagem. Até agora temos mais de 2 mil, ou seja, estamos na metade e, na melhor das hipóteses, vamos ter o dobro dessas ocorrências”, alertou.

Falcão lamentou ainda que as pessoas continuem causando incêndios mesmo com as constantes campanhas e multas aplicadas pelos bombeiros. Segundo ele, o número de ocorrências deve ser bem maior ao fim do período de estiagem.

“As previsões não são boas. É preocupante e assustador, infelizmente. Não consigo compreender a falta de consciência dessas pessoas. Fazemos campanhas durante todo ano, não é só nessa época, sobre essa questão de queimadas, temos fiscalizações, aplicação de multas e uma série de meios, mas as pessoas ainda têm a sensação de impunidade”, lamentou.

Fonte: G1

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.