Tite desenha Seleção em novo sistema e indica Casemiro e Arthur como dupla titular

29.05.2019 11:08 Por videos

No último treino, volantes se posicionaram de maneira diferente, no 4-2-3-1, em vez do 4-1-4-1; Fernandinho e Allan ficaram na outra equipe

Foto:Pedro Martins / MoWA Press

Os jogadores estavam misturados e se enfrentaram em metade do campo, mas o treino da última terça-feira teve um indício importante sobre o sistema de jogo da seleção brasileira. Em meio a mudanças para equilibrar as equipes, Casemiro e Arthur atuaram lado a lado por todo o tempo. De coletes, Fernandinho e Allan, pela primeira vez juntos, também formaram dupla.

+ Tite usa todo o grupo e aplica conceitos na Seleção em treino marcado por dores de Neymar

Mais atenção ainda atraiu o posicionamento desses jogadores, um do lado do outro, o que configura um 4-2-3-1, em vez do habitual 4-1-4-1 usado por Tite na Seleção.

A alteração é sutil, mas diz muito sobre as idéias da comissão técnica para a Copa América. O 4-2-3-1 pode ser a nova cara ou apenas uma variação a ser fortalecida. O fato é que desde a vitória por 3 a 1 sobre a República Tcheca, de virada, quando Tite precisou recorrer a esse sistema para fazer três gols no segundo tempo, ele tem ganhado força na Seleção.

Desenho da Seleção no 4-2-3-1, com os volantes mais alinhados e um meia mais próximo do centroavante — Foto: GloboEsporte.com

No 4-1-4-1, sistema mais habitual da Seleção de Tite, o segundo homem de meio-campo atua mais adiantado — Foto: GloboEsporte.com

Arthur é peça-chave nessa modificação. Tite e seus auxiliares concluíram que o volante pode ter rendimento muito melhor se participar mais ativamente da saída de bola, e não recebendo numa posição mais adiantada. Seu diferencial é a capacidade de leitura e de encontrar espaços na construção do jogo, não as infiltrações pelo campo de ataque – nisso, Allan é melhor.

Por isso, o 4-2-3-1, na teoria, favorece o jogo do ex-gremista, atualmente no Barcelona.

Arthur domina bola em treino da seleção brasileira, na Granja Comary — Foto: Lucas Figueiredo/MoWA Press

Philippe Coutinho seria o meia mais adiantado, o camisa 10. Também foi dessa forma que ele atuou no treinamento de terça. E nesse desenho, Tite poderá até utilizar Firmino na função com outro centroavante à frente – Gabriel Jesus ou Richarlison.

De qualquer forma, só com o decorrer dos dias e o grupo mais completo será possível saber qual é a idéia para o amistoso do próximo dia 5, contra o Catar, em Brasília. Nesta quarta-feira, Miranda e Paquetá vão se apresentar e Tite passará a ter 18 convocados. Na quinta chegará Everton. Os quatro restantes só se juntarão ao grupo na próxima semana.

Por GloboEsporte

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.