#EssaSouEu

10.04.2018 15:45 Por Redação Juruá Online

Há algumas semanas, a loja Da’lu Modas fez Cruzeiro do Sul se tornar palco de um projeto revolucionário, forte e inspirador. A iniciativa que é exclusiva e única surgiu através de André Inácio, um dos donos da loja e impactou o público durante dias. Ela foi intitulada com a #EssaSouEu e visava homenagear o Dia Internacional da Mulher por meio de diferentes belezas e histórias.

                Para a construção do “Esse Sou Eu” foram convidadas Brunna Camila, Graziela Gadelha, Kelly Cristina e eu, Rita de Cássia. Nós quatro, de alguma forma somos uma grande representatividade para a sociedade cruzeirense e por isso, o querido André nos oportunizou o privilégio de compartilharmos as nossas essências com os clientes da Da’lu Modas e a população em geral. No entanto, a essência de cada uma foi registrada pelas sensíveis lentes de Carlson Felipe, e assim, por intermédio de fotografias e vídeos todas deixaram a sua mensagem de um jeito particular e de coração aberto.

                A primeira, a Brunna Camila falou do amor próprio, de como se amar da forma que você é. anos atrás, na sua infância ela conviveu com a síndrome do pânico, a depressão, a ansiedade e a separação dos pais e aí, em virtude disso e dos remédios que tomava o seu corpo adquiriu uma gordura avantajada e difícil de controlar. Por esse motivo, muitas vezes sofria bullying, mas na medida em que foi amadurecendo e vendo que tinha o poder de destruir aquele mundo de preconceito ela consegue parar de se incomodar com a opinião dos outros e passa a amar e defender cada detalhe da sua fisionomia.

                A segunda, a Kelly Cristina comentou acerca da aceitação da aparência e principalmente, do cabelo. Ela que se transformou numa forte referência para as meninas e meninos de diversos cantos do Acre possui um projeto denominado “Meu cabelo, minha identidade” que além de espalhar dicas e informações para manter lindamente os vários tipos de cabelo cacheados, ajuda muitos a amar, valorizar e redescobrir sua essência abandonando a necessidade de utilizar alisantes em seus cabelos.

                A terceira, a Graziela Gadelha vem descrever como viveu um câncer e o superou. Ela conta que apesar de todas as pessoas ao seu redor estarem chorando devido ao seu delicado estado de saúde, ela em nenhum momento deixou de segurar a mão de Deus e de ter fé em sua cura. Uma frase muito bonita e que se tornou o ápice de seu depoimento foi quando ela disse com toda a convicção do mundo que não tinha nada decretado e que a palavra final vinha lá de cima. Nossa! Sentir essa certeza vinda de dentro dela foi uma das melhores coisas da vida. É sensacional ver que muitos passam por barras piores do que você e mesmo assim ficam firmes e fortes esperando, de fato a palavra final de Deus.

                E a quarta, eu que sou um ser de luz e tenho uma paralisia infantil desde pequena venho mostrar que quando se agarra a determinação com vontade todos os propósitos de Deus são cumpridos com perfeição. Através de poucas e difíceis pronunciações de palavras eu consegui passar o quão a minha limitação física é minha aliada no processo de alcançar as coisas que a maioria das pessoas acha impossível. Esse impossível vai da cabeça de cada um e sem mentira alguma na minha não existe O IMPOSSÍVEL. O que eu enxergo é simplesmente uma ponte de desafios, a qual SEM CAIR tem que caminhar até a ponta final para viver o impossível.  E essa caminhada fica menos espinhosa a partir do momento em que há uma confiança inatingível nas forças do céu e terra, ou seja, Deus e você.  E então, você transforma essas forças em uma única e faz a tua felicidade, os teus sonhos só dependerem de ti, pois tu carregas a convicção que Deus vai te ajudar em tudo, já que Ele habita dentro de nós.

                E foi assim, através de outras vidas que o projeto “Essa Sou Eu” ganhou vida e revolucionou o mundo de muita gente. Deu aquele belo e necessário tapa na cara de quem passa o dia lamuriando por besteira ou por causa de uma unha quebrada, sabe? Motivos que me dar nos nervos e preguiça de ver. Juro! Mas, enfim… além disso, a brilhante iniciativa provou com todas as letras, sílabas e palavras que apesar das adversidades assíduas e diferenças físicas, somos todas MULHERES. MULHERES corajosas, apaixonadas por maquiagens e batons atrevidos. Somos as que têm desejos e liberdade para sermos e irmos onde quiser, porque NÃO SOMOS OBRIGADAS A ACEITAR O QUE A SOCIEDADE QUER QUE A GENTE SEJA. Portanto, dessa maneira, venho parabenizar e agradecer ao André e a todos que estavam por trás das câmeras e que fizeram esse ato virar uma realidade espetacular.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.