Confusão na Câmara de Vereadores vira caso de polícia em Cruzeiro do Sul

20.04.2018 16:32 Por REDAÇÃO ONLINE

Uma confusão na Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul nesta terça-feira (17), virou caso de polícia. O vereador Ronaldo da Farmácia disse que foi vítima de violência verbal e tentativa de agressão. Segundo o parlamentar, só não foi agredido porque os seguranças interviram. O vereador registrou um boletim de ocorrência.

“O vereador Marivaldo perdeu um pouco do controle após usar o tribuna da casa ele veio me agredir fisicamente”, disse. 

De acordo com Ronaldo, a agressão foi motivada por reivindicações de Ronaldo para o bairro da Várzea que é reduto do vereador Marivaldo. “Por algum motivo ele ficou ofendido quando eu fui agradecer essas melhorias e eu não quis fazer como ofensa”, afirmou.

Em resposta, o vereador Marivaldo se desculpou pela atitude e disse que sofre perseguição. “Eu queria explicar que você só reagi quando foi provocado, se eu não tivesse sido provocado não teria reagido”, afirmou.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.