Cruzeiro do Sul é contemplada em projeto que inclui ciclistas em Plano de Mobilidade Urbana

11.01.2018 13:53 Por Redação Juruá Online

Cruzeiro do Sul foi uma das nove cidades selecionadas para participar do Projeto ‘Bicicleta nos Planos’, realizado pelas associações Bike Anjo e UCB – União de Ciclistas do Brasil, com apoio do Instituto Clima e Sociedade – ICS, uma campanha que visa incluir ciclistas no Plano de Mobilidade Urbana dos Municípios.

O projeto tem como principal objetivo orientar a sociedade civil organizada e cidadãos, bem como técnicos municipais e gestores políticos para a inclusão da bicicleta, enquanto meio de transporte, no planejamento urbano, através da sua inserção nos planos de mobilidade urbana.

A Lei Federal 12.587/2012 determina que os municípios brasileiros que têm mais de 20 mil habitantes devem ter o seu plano de mobilidade urbana, sendo que a bicicleta deve ser considerada como prioridade, juntamente aos demais meios de transportes motorizados. Cruzeiro do Sul foi um dos nove projetos, em todo o país, selecionados pelas associações para desenvolver iniciativas que visem dar melhores condições para o direito de ir e vir dos ciclistas com segurança, como destacou João Paulo Amaral, idealizador do projeto bicicleta nos planos.

“A bicicleta numa cidade tem que ter três partes principais, uma é a infraestrutura, onde falaremos de ciclovias, ciclofaixas, biciletários, principalmente integrado com transporte público em locais mais distantes, e também a parte de campanhas de educação e comunicação, com o respeito ao ciclista e o arranjo institucional, com leis que obriguem os para estabelecimentos a colocarem bicicletários, municipalização do trânsito ou recursos de multas para fazer infraestrutura cicloviária, e o mais importante é um transito seguro para os ciclistas”, relatou.

Ao abordar os ciclistas, os organizadores estão fazendo um levantamento do número de bicicletas existentes em Cruzeiro do Sul, como também buscando identificar o perfil do ciclista, locais onde há perigo de pedalar, entre outros questionamentos. O levantamento de dados está sendo feito com o apoio do Detran e da Ufac.

“A Ufac ela está participando em conjunto com o projeto como um todo, como auxiliar na coleta de dados, organização do projeto de pesquisa e extensão, dando um respaldo científico ao projeto, que será encaminhado ao setor de transporte da prefeitura, que usará esses dados para construir o Plano de Mobilidade Urbana da cidade, que será incorporado ao Palno diretor, após ser aprovado pela câmara”, destacou.

Ciclista há 8 anos, o idoso Luiz Augusto de 69 anos, gostou da iniciativa e fez questionamentos dos organizados do projeto bicicleta nos planos.

“Temos que andar direito, parar nos semáforos, eu sempre faço isso quando ando de bicicleta”, falou.

Com informações de Alexandre Gomes

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.