Exame de conjunção carnal comprovou que jovem já vinha sofrendo abusos sexuais

11.01.2018 13:25 Por Redação Juruá Online

Após o exame de conjunção carnal, realizado na menina de 15 anos, que é deficiente física e mental, vítima do estupro registrado na última quarta-feira, em Cruzeiro do Sul (AC), foi constatado que a adolescente já vinha sendo abusada anteriormente. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Luis Tonine, o autor do crime é vizinho e parente da jovem, e tinha conhecimento da condição especial que ela possui.

“O autor é familiar da vítima, tem ciência dessa condição especial da vítima, e mesmo assim vem perpetrando, segundo o próprio laudo pericial, há algum tempo, esse tipo de violência contra a mesma. Ontem ele foi flagrado pela mãe da vítima, que acionou imediatamente a polícia, e foi preso em flagrante pelas medidas cabíveis”, explicou o delegado.

O delegado explicou que o acusado deve responder por estupro de vulnerável e será encaminhado para Unidade Penitenciária Manoel Nery da Silva, onde aguarda a decisão da justiça.

“Após concluído o procedimento, será encaminhado para justiça e indiciado no Estupro de Vulnerável e aguardará as disposições judiciais cabíveis”, concluiu o delegado.

Leia mais:

PM efetua a prisão em flagrante de homem acusado de estupro de vulnerável

 Por Vanisia Nery

Recomendado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.