Indígena é presa ao tentar entrar em presídio com droga na vagina no AC

09.01.2017 13:01 Por Vanísia Nery

Índia foi presa em flagrante ao tentar entrar em presídio de Feijó com droga escondida na vagina (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Índia foi presa em flagrante ao tentar entrar em presídio de Feijó com droga escondida na vagina (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

A indígena Paula Brandão Shanenawa, de 23 anos, foi presa em flagrante tentando entrar na 5ª Unidade Prisional, no município de Feijó, distante 366 quilômetros de Rio Branco com droga escondida na vagina. De acordo com a polícia, a suspeita é moradora da aldeia Morada Nova e foi abordada no domingo (8) durante o horário de visita da penitenciária do interior do Acre.

Ao G1, o indigenista da Fundação Nacional do Índio (Funai), Rodolfo Fontes, informou que vai se inteirar sobre o caso e que a fundação deve posicionar ainda nesta segunda-feira (9).

O caso ocorreu por volta das 11h. Durante a revista de rotina, duas agentes penitenciárias encontraram um volume enrolado dentro de uma sacola que estava introduzida na vagina da indígena. Segundo a Polícia Militar, uma guarnição foi chamada pelo diretor para os procedimentos de flagrante.

O tenente Augusto Sousa, da Polícia Militar, disse que a índia preferiu ficar calada durante a abordagem e não confirmou para quem entregaria o entorpecente. A polícia não soube informar se a suspeita já tinha passagens por outros crimes.

Na sacola escondida pela indígena, a polícia encontrou dois tabletes de maconha e mais uma pequena quantidade de tabaco. Após o flagrante, a suspeita foi levada para o hospital de Feijó para verificar se havia mais alguma substância escondida e, em seguida, ela foi levada para a delegacia juntamente com a droga apreendida.

Fonte: G1 Acre

Recomendado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.