Jovem é morta pelo namorado e suspeito alega acidente

11.08.2017 13:25 Por Redação Juruá Online

A jovem Liliam Quelen Pinheiro Carneiro, de 20 anos, mãe de uma criança de dois anos, foi morta com um tiro na tarde desta quinta-feira (10), no bairro João Alves, em Cruzeiro do Sul. O namorado dela foi preso, mas afirmou para a polícia que o disparo foi acidental.

O crime aconteceu dentro da casa da jovem, localizada atrás da escola Dom Henrique Ruth. A vitima foi socorrida e atendida no Pronto Socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

A noite, policiais da Delegacia  da Mulher prenderam o namorado dela. Uma arma foi apreendida com o amigo dele, a polícia não tem certeza se foi o mesmo revólver que a matou a jovem. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Luiz Tinini, o suspeito foi preso no bairro Saboeiro.

“Recebemos informações de onde o individuo podia está escondido, e em diligência a gente logrou êxito encontrando-o no Saboeiro, acompanhado de outros dois indivíduos. Ele não efetuou nenhuma reação, pois foi pego de surpresa, no entanto outro indivíduo que estava com ele correu, mas nós conseguimos capturar a arma que estava com ele”, explicou Tonini.

De acordo com o delegado, o suspeito afirma que o disparo foi acidental, mas a policia está investigando a real motivação.

“Nós já tínhamos o conhecimento do envolvimento dele com o tráfico de drogas e em facções criminosas, ele já tem passagens pelo presídio. Ele alega um disparo acidental, quando limpava a arma, no entanto precisamos aprofundar as investigações, e no entanto há relatos, mas só o exame pericial vai comprovar a existência ou não de um feto que estava sendo gerado na vítima, e saber a real motivação desse crime”, finalizou o delegado.

A jovem Liliam Quelen Pinheiro Carneiro, de 20 anos, mãe de uma criança de dois anos, foi morta com um tiro na tarde desta quinta-feira (10), no bairro João Alves, em Cruzeiro do Sul. O namorado dela foi preso, mas afirmou para a polícia que o disparo foi acidental.

O crime aconteceu dentro da casa da jovem, localizada atrás da escola Dom Henrique Ruth. A vitima foi socorrida e atendida no Pronto Socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

A noite, policiais da Delegacia  da Mulher prenderam o namorado dela. Uma arma foi apreendida com o amigo dele, a polícia não tem certeza se foi o mesmo revólver que a matou a jovem. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Luiz Tinini, o suspeito foi preso no bairro Saboeiro.

“Recebemos informações de onde o individuo podia está escondido, e em diligência a gente logrou êxito encontrando-o no Saboeiro, acompanhado de outros dois indivíduos. Ele não efetuou nenhuma reação, pois foi pego de surpresa, no entanto outro indivíduo que estava com ele correu, mas nós conseguimos capturar a arma que estava com ele”, explicou Tonini.

De acordo com o delegado, o suspeito afirma que o disparo foi acidental, mas a policia está investigando a real motivação.

“Nós já tínhamos o conhecimento do envolvimento dele com o tráfico de drogas e em facções criminosas, ele já tem passagens pelo presídio. Ele alega um disparo acidental, quando limpava a arma, no entanto precisamos aprofundar as investigações, e no entanto há relatos, mas só o exame pericial vai comprovar a existência ou não de um feto que estava sendo gerado na vítima, e saber a real motivação desse crime”, finalizou o delegado.

Com informações de Genival Moura

Recomendado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.