PM registra aumento de 181% em número de homicídios em Cruzeiro do Sul em 2017

02.01.2018 12:52 Por Redação Juruá Online

Os dados da Polícia Militar registraram 45 mortes em Cruzeiro do Sul no ano de 2017, um acréscimo de 181% no número de homicídios em relação a 2016, quando foram registradas 16 mortes. Em toda região do Juruá, os números sobem para 58 casos, levando em conta que foram cinco mortes em Mâncio Lima, cinco em Rodrigues Alves, três em Porto Walter e nenhum registro em Marechal Thaumaturgo.

Já as tentativas de homicídio, em Cruzeiro do Sul foram aproximadamente 93, totalizando 107 em toda regional.  O subcomandante da Policia Militar de Cruzeiro do Sul Major M Jorge, que responde atualmente pelo comando, explicou que o aumento considerável se dá em razão dos tipos de crime, sendo que aproximadamente 90% desses foram relacionados a guerra de facções.

“A comunidade passou por momentos difíceis na segurança em 2017. Em 2016 foram 16 homicídios, e em 2017 infelizmente 45, mas dado lógico a tipicidade da violência que perdurou durante todo 2017, não apenas aqui, mas em todo estado e no Brasil como um todo. Vale ressaltar que com a chegada desses grupos criminosos e facções esse aumento foi considerável, e tem que se levar em conta também a localização de Cruzeiro do Sul, que é tido como uma rota internacional de tráfico de drogas”, relatou.

O comandante garantiu que a PM continuará nas ruas realizando abordagens e operações de forma mais intensa, como forma de reprimir e reduzir esses números. Somente em 2017 foram realizadas abordagens em quase 18 mil veículos, além das conduções por álcool zero que superaram mais de 190 prisões.

“Isso significa dizer que a polícia esteve presente, essa é uma resposta que a comunidade observa a presença da polícia realmente se fez sentir no estado, apesar de termos passado por esse momento difícil na segurança. Muitas das vezes as pessoas não tiveram tempo de ir na delegacia fazer o registro dos veículos roubados, e nós já tínhamos recuperado”, falou o comandante.

Em 2017 a Policia Militar apreendeu também mais de 74 armas de fogo em Cruzeiro do Sul, superando também os números de 2016, quando foram apreendidas 23. Em todo Vale do Juruá foram 90 armas.

“ A maioria dos homicídios do Vale do Juruá foram com arma de fogo, e não justificando essa situação, mas dizendo que a presença da polícia foi tão marcante que fizemos a apreensão de 90 armas nesse período. Tentamos de toda foram colaborar com a paz social da comunidade, e vamos continuar neste ano de 2018”, complementou o Major M Jorge.

Outros dados de 2017 também foram divulgados pela PM na manhã desta terça-feira (02). Durante todo o ano pelo menos 44 pessoas registraram queixa de veículos furtados ou roubados, e a polícia recuperou 116 veículos. De acordo com o comandante, o número de recuperados superior ao de registros se dá em razão de que muitos carros ou motocicletas foram encontrados pela segurança pública antes mesmo dos proprietários procurarem a polícia. Esse mesmo registro em toda regional é de 61 veículos furtados ou roubados e 129 recuperados.

O número de roubos saiu de 163 em 2016, para 243 em 2017, somente em Cruzeiro do Sul. Na regional o número é de 278. O registro também aborda a quantidade de droga apreendida em todo ano, contabilizando 337,786 quilos no Vale do Juruá, enquanto em 2016 foram aproximadamente 48,845 quilos.

Por Vanísia Nery

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.