A força de um testemunho

02.02.2019 16:30 Por REDAÇÃO ONLINE

            Nesse nosso tempo, liderado por tantos fechamentos e tantos muros, a coragem de quebrar essas fronteiras e partilhar a força que tu tens é uma virtude preciosa. Às vezes, Deus te mune com tão grande valentia que você constantemente sente a necessidade de dividi-la com os seus semelhantes. E eu sinto isso. Eu gosto de realizar, compartilhar o bem por intermédio das palavras. Por isso, sempre que é possível estou me doando a um público e mostrando que todas as coisas (boas e más) cooperam para o bem daqueles que amam e confiam no Senhor.

            Esses dias, no entanto, tive a chance de apresentar e espalhar as forças de minha fortaleza para um público que frequenta em Cruzeiro do Sul a Igreja Batista Betel. Foi demais! Foi gratificante. E, apesar de ter feito isso já algumas vezes eu estava super nervosa (rsrs). Porque eu sei que dar um testemunho não é só falar e já! Não é SÓ ISSO! É uma atitude de entrega. De entregar o seu coração e não silenciar as lutas que você travou para subir cada mínimo degrau de sua vida. Pois, existem pessoas que só percebem que podem ir além quando ouvem um testemunho de alguém que conseguiu, de alguém que passou por dores semelhantes as delas e não ficou estagnado.

            Contudo, por mais que pareça fácil não é nada simples inspirar as pessoas por meio de discursos. É uma das escolhas que mais exige de mim. Eu tenho que respirar profundo quase sempre, tenho que ter paciência comigo e controlar as minhas dificuldades físicas para fazer uma pronuncia de palavras mais clara possível (porque se não só Jesus na causa kkk). Ah! E ainda tenho que ver pessoas chorando e ao mesmo tempo engolir o meu choro, o que é muito difícil para esse coração mole que carrego. Mas, embora eu tenha que me dominar tanto para discursar, eu amo fazer isso! Eu já entendi que esse é um dos propósitos que Deus designou para mim e, por esse motivo, Ele me fornece toda fé, vontade e força para eu derramar esperança sobre outros seres humanos.

            Sem mais, diante disso e através do meu exemplo, quero lhe incentivar a praticar o bem, a lançar luz na vida de quem tanto precisa. Não importa se seja por meio de palavras, sorrisos ou gentilezas. Você tem que ter sempre consigo que fazer o bem e acrescentar experiências boas e motivadoras na estrada de alguém não é uma coisa de outro mundo. Eu acredito que dentro de cada um há uma lâmpada pronta para iluminar a existência dos demais, a gente só precisa querer encontrar o interruptor interno e propiciar luz.

Por: Ritinha Andrade

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.