Após explosão de barco no Rio Juruá, Marechal Thaumaturgo fica sem combustível

21.06.2019 13:38 Por REDAÇÃO ONLINE

O prefeito Isaac Pianko informou que os serviços de limpeza e atendimentos de Saúde que necessitam da utilização de veículos ou barcos, estão suspenso por falta de combustível. A proibição do transporte de combustível em barcos aconteceu após a explosão de um barco no dia (7), em Cruzeiro do Sul que deixou 18 pessoas feriadas, sendo que quatro já foram a óbito.

Após a tragédia, os órgãos de fiscalização passaram a exigir mais segurança por parte dos donos de embarcação para este tipo de transporte de produto inflamável. Uma das exigência é não transportar passageiros e combustível no mesmo barco, como aconteceu na embarcação que explodiu.

Devido a fiscalização nos barcos que transportam combustível para os município de Marechal Thaumaturgo e Porto Walter, onde o acesso para chegar com este tipo de produto se é possível através do rio, essas cidades estão ficando desabastecida.

Ainda segundo o prefeito Isaac Pianko, alguns comerciantes do município compraram o combustível em Cruzeiro do Sul, mas ainda não receberam autorização para fazer o transporte até o município de Marechal Thaumaturgo.

“Após a explosão do barco em Cruzeiro do Sul, aqui em Marechal Taumaturgo começamos ater muito problemas graves, porque com a falta de combustível na cidade estamos tendo muitas dificuldades me realizar ações nas áreas da suade, educação e limpeza pública,” afirmou o prefeito.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.