Morre no Hospital do Juruá homem que teria incendiado o próprio corpo

30.06.2019 9:18 Por videos

O homem que correu em uma rua no centro de Cruzeiro do Sul com o corpo coberto por chamas na quarta-feira (26), não resistiu e morreu na manhã deste domingo (30), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Juruá onde estava internado. Desde que deu entrada na unidade o quadro era considerado gravíssimo.

A morte de Jurandir de Souza Coelho foi confirmada ao Juruá Online pelo diretor clínico do Hospital, Marlon Holanda. O homem teve mais de 80% do corpo queimado e o quadro era considerado praticamente irreversível em consequência do comprometimento de órgãos internos, principalmente os rins.

Um circuito de câmeras de segurança mostrou Jurandir correndo em chamas, funcionários do escritório de uma empresa nas imediações usaram um extintor de incêndio para controlar o fogo. A suspeita é de que o homem tenha jogado álcool sobre o próprio corpo e ateado fogo.

A dona de casa Maria Leide, de 57 anos, é mãe de Jurandir, segunda ela o filho teve depressão e posteriormente apresentava surtos psicóticos quando fazia ameaças contra a família e de cometer suicídio. Ela disse que entrava em desespero em busca de ajuda, mas não teve como evitar o ato extremo do filho.

Genival Moura do Juruá Online

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.