FBI procura no Brasil suspeito de integrar grupo terrorista Al-Qaeda

13.08.2019 15:25 Por REDAÇÃO ONLINE

O egípcio Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim é suspeito de participar da organização Al-Qaeda como ‘agente e facilitador’. Governo brasileiro confirmou que ele reside legalmente no país.

Por G1


FBI procura, no Brasil, egípcio suspeito de integrar Al-Qaeda — Foto: Reprodução/FBI

FBI procura, no Brasil, egípcio suspeito de integrar Al-Qaeda — Foto: Reprodução/FBI

O FBI divulgou nesta segunda-feira (12) que busca, no Brasil, o egípcio Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim. As autoridades dos Estados Unidos suspeitam que ele tenha participado da organização terrorista Al-Qaeda como “agente e facilitador”.

O governo brasileiro confirmou a informação e disse que Ibrahim vive em situação regular no Brasil, após ingressar no país em 2018 (leia mais no fim da reportagem).

“Ele esteve, supostamente, envolvido no planejamento de ataques contra os Estados Unidos e seus interesses, e no fornecimento de apoio material para Al Qaeda desde, aproximadamente, 2013”, diz o comunicado do FBI.

FBI Most Wanted@FBIMostWanted

Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim is wanted for questioning by the #FBI in connection with his alleged role as an Al Qaeda operative and facilitator since approximately 2013. He is located in Brazil: https://www.fbi.gov/wanted/terrorinfo/mohamed-ahmed-elsayed-ahmed-ibrahim …

View image on Twitter
FBI procura homem suspeito de integrar Al-Qaeda que estaria no Brasil

FBI procura homem suspeito de integrar Al-Qaeda que estaria no Brasil

O órgão norte-americano alerta que o homem “deve ser considerado armado e perigoso” e pede que qualquer informação sobre Ibrahim seja repassada ao escritório do FBI ou da embaixada ou consulado dos EUA mais próximo.

No entanto, o governo norte-americano ainda considera o homem como suspeito. O FBI informou que procura o egípcio para interrogá-lo – o alerta ainda não fala em prisão.

Governo brasileiro promete cooperar

Em nota conjunta, os ministros das Relações Exteriores e da Justiça e da Segurança Pública confirmaram que o egípcio entrou no Brasil em 2018 e obteve autorização de residência. Segundo o governo, Ibrahim está em situação migratória regular.

“O governo brasileiro está aberto a cooperar com as autoridades norte-americanas no que for solicitado, nos termos de nossa legislação, e está acompanhando o caso”, diz a nota.

Não há, por enquanto, informação sobre o local onde Ibrahim reside no Brasil nem sobre as atividades que ele exerce ou exercia em território nacional.

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.