Jornal francês é vendido mais caro a homens para denunciar diferença salarial

08.03.2018 16:48 Por Redação Juruá Online

Edição é totalmente dedicada ao Dia da Mulher. Dinheiro arrecadado com a iniciativa será destinado ao Laboratório da Igualdade.

Foto mostra as duas capas diferentes do jornal francês ‘Libération’ em homenagem ao Dia da Mulher. Homens pagarão 50 centavos de euro a mais por cada unidade (Foto: Stephane de Sakutin / AFP)

Foto mostra as duas capas diferentes do jornal francês ‘Libération’ em homenagem ao Dia da Mulher. Homens pagarão 50 centavos de euro a mais por cada unidade (Foto: Stephane de Sakutin / AFP)

O jornal francês “Libération” subiu em 50 centavos de euros o preço para leitores homens nesta quinta-feira (8), com o objetivo de denunciar a diferença salarial em iniciativa proposta por causa do Dia Internacional da Mulher.

Na capa, dedicada a este tema, o jornal de esquerda afirma que “apesar da lei, a diferença salarial entre homens e mulheres continua sendo de 25% na França”, por isso “o jornal decidiu aplicar, por um dia, a mesma diferença em seu preço, que será 50 centavos mais caro para homens”.

O dinheiro arrecadado com a iniciativa desta quinta-feira será destinado ao Laboratório da Igualdade, que há anos luta pelo fim das diferenças.

O diretor do jornal, Laurent Joffrin, justificou a medida como “uma alfinetada de lembrança” que o jornal quis fazer em uma edição totalmente dedicada ao Dia da Mulher.

Fonte: G1

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.