Maduro demite ministra da saúde após divulgação de dados na Venezuela

12.05.2017 14:56 Por Redação Juruá Online

Antonieta Caporale divulgou dados de mortalidade infantil e materna (Foto: Pedro Ferrer/Ministério da Saúde da Venezuela)

Antonieta Caporale divulgou dados de mortalidade infantil e materna (Foto: Pedro Ferrer/Ministério da Saúde da Venezuela)

A ministra da Saúde da Venezuela, Antonieta Caporale, foi destituída de seu cargo, conforme publicação de decreto na noite desta quinta-feira (11). De acordo com o jornal argentino “Clarín” e com a TV local “Telesur”, a demissão ocorreu após a divulgação da alta das taxas de mortalidade infantil e materna no país.

No lugar de Caporale, o governo venezuelano nomeou Luis Salerfi López, secretário de saúde do estado de Aragua.

No dia 10, o Ministério da Saúde revelou aumento de 30% nos índices de mortalidade infantil no país e de 65% da morte de mulheres durante o parto nos últimos dois anos.

Os dados mostraram também que o número de casos de malária subiu 76% no último ano e que doenças como difteria e zika também tiveram aumento de incidência.

O Ministério da Saúde venezuelano não divulgava dados desde julho de 2015, assim como acontece com outras áreas do governo.

No quarto ano de uma profunda recessão, a Venezuela sofre com a falta de remédios e de equipamentos médicos básicos. A principal associação farmacêutica do país afirma que há escassez de cerca de 85% dos medicamentos.

Milhões de pessoas são afetadas pela escassez de comida e pela alta inflação, o que tem levado milhares às ruas para protestar contra Maduro.

G1

Recomendado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.