Jéssica Sales faz peregrinação nos ministérios para acompanhar liberação de recursos para os municípios

25.10.2017 15:26 Por Redação Juruá Online

Após receber reivindicações de prefeitos do Acre que sofrem com os efeitos da crise econômica, a deputada Jéssica Sales (PMDB) realizou uma peregrinação nos ministérios para verificar o andamento dos projetos de emendas extra orçamentárias que destinou aos municípios para investimentos em diversas áreas.

No Ministério da Integração Nacional, ela tratou do convênio para pavimentação de ramais Buritirana I e Mariana em Cruzeiro do Sul que está em análise na pasta. “O produtor rural precisa de acesso escoar a produção. Diante da crise, a prefeitura que não conta com recursos próprios para fazer a pavimentação”, diz Jéssica.

A parlamentar acreana destaca que a partir da indicação do recurso, é imprescindível o acompanhamento dos projetos nos ministérios até a execução no município, garantindo a transparência da tramitação em Brasília e a correta aplicação do dinheiro público em ações que garantem benefícios para a população de cada município.

“Por isso é que procuro sempre promover a ação conjunta, minha como autora, dos prefeitos municipais e da AMAC, cada qual nas suas atribuições para tornar o processo mais ágil. Só posso intervir pela liberação do recurso com o projeto aprovado. Portanto, faço questão de acompanhar os trâmites burocráticos”, enfatiza a deputada.

Segundo Jéssica Sales, é bastante complexa a tramitação de um projeto dentro de um órgão público até ser conveniado e estar apto a pagamento. A peemedebista destaca que em todas as etapas há o acompanhamento de sua equipe de gabinete para garantir que os recursos cheguem de forma célere aos municípios acreanos.

“Esses projetos passam por várias etapas. Eles são minunciosamente analisados pelas equipes técnicas, com o devido cuidado de cumprimento das normas estabelecidas para aplicação do recurso público tornando muito vagaroso andamento dos processos. Essa é nossa maior preocupação, já que nossas prefeituras estão em crise”, finaliza.

Assessoria

 

Notícias Recomendadas

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site ou de seus editores.