jurua_online_outubro_rosa.png

Acre

Com apoio do Estado, Acre começa colheita de soja da safra 2020 nesta sexta-feira

A expansão da soja no Acre faz parte dos planos de desenvolvimento econômico e social do governador Gladson Cameli, que vê no crescimento do agronegócio em todas as suas cadeias a oportunidade do estado finalmente se fortalecer.

Somente para 2020, a Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa) estipula que serão colhidos cinco mil hectares de soja no Acre, o que representa cerca de 15 mil toneladas do grão.

“E para o ano que vem já está planejado entre os produtores dobrar essa produção, chegando a mais de 10 mil hectares. O governo do Estado, por meio da Sepa, está apoiando o produtor de soja, por meio da concessão de maquinário para plantio, preparo do solo e colheita, além de fundamental apoio com os silos, essenciais para a secagem do grão”, conta o secretário Edivan Azevedo.

O governo tem feito todo um esforço para estimular mais produtores a fazer parte da cadeia da soja, uma cultura de grande importância econômica para o Brasil, sendo hoje a principal cultura do agronegócio brasileiro e um dos maiores produtos de exportação do país.

Gladson Cameli já sinalizou a segurança jurídica para que o agricultor consiga produzir em larga escala. O governador quer transformar o Acre em um grande celeiro de alimentos para o Brasil. Visionário, o gestor acena para o agronegócio como a salvação econômica do Estado por meio da geração de postos de trabalho e renda.

Jorge Moura, proprietário da área que dará início a colheita da soja, em 2016 tomou coragem e plantou 10 hectares do grão junto com sua plantação de milho e teve um excelente resultado inicial. Plantou novamente em 2017 e 2018, mas foi a partir de 2019, com o início do novo governo, que sentiu segurança e apoio para finalmente poder deslanchar em sua produção.

“Eu estou muito satisfeito com o governo Gladson e o secretário de Produção, porque o que está acontecendo hoje entre o governo do Estado e o produtor é algo inédito. Ele deixa a gente à vontade, deixa a gente trabalhar. O Acre vai mudar, nós vamos mudar, e com essa atitude toda, vamos poder gerar mais riqueza, gerar mais empregos, comprar mais máquinas e desenvolver”, declara Jorge Moura.

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image