setembro_amarelo_tv_jurua.png

Variedades

Estudo diz que Covid-19 deixou 48% das acreanas sem emprego

Pesquisa do IBGE apontou que cerca de 62% da população acreana recebeu auxílio emergencial, distribuído pelo Governo Federal por motivo da pandemia. Porém um estudo feito pela Famivita, mostrou que mesmo com boa notícia, por volta 48% das mulheres acreanas perderam o emprego durante os últimos quatro meses. 

A pandemia provocou no Brasil uma divergência entre a questão do isolamento social e a necessidade de reduzir o impacto com crise econômica. Milhares e pessoas ficaram desempregadas e a classe feminina foi a mais afetada, principalmente mulheres na faixa etária entre 18 e 24 anos, demonstraram os estudos.

Nacionalmente, as mães com filhos pequenos são as que mais estão sentindo os impactos com a perda de seus empregos, sendo que 39% delas estão desempregadas e 52% perderam renda. Dentre as acreanas esse percentual foi de 48% e ficou em terceiro lugar no ranking no país.

A pesquisa completa está no site: https://www.famivita.com.br/estudo-coronavirus-julho-2020/

 

 

 sicredi2.png

© Copyright 2015 - Empresa Cruzeirense de Telecomunicações de Rádio e TV LTDA

Image
Image
Image

PUBLICIDADE

Image